domingo, 14 de agosto de 2011

Credibilidade requer muita atenção: difícil reaver após a perda

O professor Marcos Salaibe rebate informação errada do professor Chicão

Depois de postar em seu blog de forma mentirosa que o PT votou contra os professores, Chicão foi desmascarado pelo blog do prof. Marcos Salaibe. Salaibe postou a verdade em seu blog, o que contrariou o professor que hora defende Alair Corrêa, e em outros momentos se diz do PSOL.

PT vota por 26% de aumento para professores
 
Greve dos professores do Estado do Rio de Janeiro

Os deputados do PT do Estado do Rio de Janeiro votaram a favor do aumento de 26% para os professores, contrariando a proposta do Governo (que previa, inicialmente, um aumento de 3,5%). Segundo o Deputado Robson Leite, votar nos 26% "foi a escolha da construção da solução; de usar a sua participação no Governo a serviço dos professores e profissionais de educação."

Robson Leite, do PT

Interessante é que não li nada disso na página do meu sindicato, o SEPE. Não havia nenhuma tabela com a votação dos deputados. Infelizmente. Mas talvez isso seja reflexo da excessiva presença do PSOL na diretoria - o que transforma a discussão sindical em uma discussão político-eleitoreira. Afinal, em todos os seus discursos, nossos representantes fazem questão de culpabilizar o Governo Federal pelos males da Educação, a despeito das conquistas dos últimos anos.

Faz parte do jogo político desacreditar o PT e transformá-lo em "inimigo dos trabalhadores". Por isso, nenhuma palavra quando deputados governistas votam contra o Governo e a favor de uma categoria. Fica a dúvida: Com tanto "centralismo democrático" (quem se lembrar, entenda!), será que os deputados do PSOL votariam contra seu próprio Governo????
Recordar é necessário... Veja trecho do discurso do Dep. Robson Leite:

"Mas eu quero dizer que a democracia é uma conquista, e V.Exa. sabe bem disso, pois viveu e sofreu nas garras da ditadura militar. Mas eu quero dizer que evidentemente na vida fazemos escolhas e a escolha do Partido dos Trabalhadores, que votou pelos 26% de aumento, foi a escolha da construção da solução; de usar a sua participação no Governo a serviço dos professores e profissionais de educação. E eu me considero, juntamente com o Deputado Nilton Salomão, Inês Pandeló, da base do Governo, e do Partido dos Trabalhadores, responsável pelas conquistas. "

Fonte: ALERJ

Um comentário:

luiz do pt disse...

Ricardo, acabei de descobrir que o André Ceciliano votou com o governo contra o aumento de 26%. O Jornal O Dia errou. Por isso, coloco também sob suspeição as ausências dos deputados Gilberto e Nilton.

Veja o link http://www.ioerj.com.br/portal/modules/conteudoonline/mostra_swf.php?ie=MTI2MTg (pag 6/16)

Saudações petistas.
Luiz