quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Salineira de volta à Sampe após abandono de concessão


   Após a Viação Aldeense ter sido proibida de transportar passageiros em São Pedro da Aldeia, a população continua nos pontos de ônibus a "ver navios". Com aval da prefeitura e da câmara aldeense, a Viação São Pedro (Salineira) voltou a operar na segunda-feira, 14/12, após ter abandonado a concessão municipal em 2006 (alegando não ser lucrativa por causa das "lotadas"), quando a passagem era R$ 1,80.

   Agora ela volta em caráter emergencial durante 180 dias (sem licitação) com a passagem a R$2,00. Mas, segundo a InterTV, com apenas 10 ônibus (a concessão estabelece o mínimo de 23 ônibus) circulando em 7 linhas.



   A Viação São Pedro (Salineira) vai faturar nas férias do verão, sem ter que levar estudantes enquanto a população reclama da longa espera e da superlotação dos veículos. Já a Aldeense, recorreu à Justiça e aguarda a decisão.

   O dono da empresa de transportes Aldeense, Jorge Teixeira, disse à InterTV que foi pego de surpresa na segunda-feira, quando o DETRO, em conjunto com a Guarda Municipal, apreendeu dois ônibus.

Um comentário:

Marcos Salaibe disse...

A população de São Pedro da Aldeia está assistindo à incompetência do poder público para resolver o problema dos transportes.

Na verdade, parece tudo "ensaiaido": A Salineira abandona a cidade, Paulo Lobo arranja uma empresinha bem ruim para o lugar, Carlindo volta para a Salineira (que costuma doar grandes somas de dinheiro para campanhas eleitorais) e, ajudando a baderna, o DETRO - que só funciona se não for fiscalizar as empresas do sr. Jacó Barata (dono das mairores empresas de ônibus do Estado e sogro do atual governador).

Em suma: Será que ninguém percebeu que para São Pedro da Aldeia o punico jeito é uma empresa PÚBLICA de transporte?